Publicidade

DIA D : DILMA COMEÇA PERRIGRINAÇÃO CONTRA O IMPEACHMENT NO MARANHÃO

A Presidente da República, Dilma Rousseff começa a peregrinação contra o impeachment  no Maranhão. Dilma sabe que sem a pressão popular- Norte/Sul/Leste/Oeste - o seu segundo mandato está garantido até 2018.

Pesa contra Dilma se considerados crimes as pedaladas no Orçamento- uso do dinheiro dos bancos para pagamento das contas governamentais - ainda que praticados pelos Ministros da Fazenda/Planejamento.

Até Aécio Neves já é contra o impeachment. Neves teme que Michel Temer na Presidência da República oxigene o velho PMDB, com origens fisiológicas no antigo PSD, acostumado a viver na doce sombra do poder.

O melhor exemplo é José Sarney, que começou pelo PSD apadrinhado por Vitorino Freire como funcionário do Palácio dos Leões. Sarney virou udenistas/ arenista/pedessista/pefelista e finalmente peemedebistas.

Dilma sabe que as contas 343- número de deputados na Câmara necessários ao impeachment - ainda não fecharam. O arqui-inimigo Eduardo Cunha também sabe dos números favoráveis a Presidente da República e se mantém atento aos movimentos de Dilma pelo País.  

Embora partidos como PDT/PTB tenham abandonado o governo, deputados como os maranhenses Pedro Fernandes(PTB), Weverton Rocha acompanham a Presidente na visita ao Maranhão, sinalizando serem contrários ao impeachment de Dilma.

Se depender do povo do Norte/Nordeste Dilma fica até o último segundo do mandato. A entrega de milhares de casa populares e o Terminal de Grãos demonstram a atenção da Presidente com o Maranhão.

Seja bem-vinda Presidente, conte com o Maranhão/Flávio Dino na luta pela manutenção do seu mandato.  


1 comentários:

Anônimo disse...

UMA FALA É AMADORA E A OUTRA FALA É PROFISSIONAL, POR ISSO O AMADOR PEDIU AO PROFISSIONAL MAIS 3 MESES.

Ted Lago Diferente de outras estruturas governamentais, a EMAP é uma empresa e, por isso, o desafio foi promover as mudanças necessárias sem que isso impactasse negativamente nos resultados. Encontramos um quadro ruim, com geração negativa de caixa, e nossa preocupação foi implementar as ações necessárias sem que se agravasse o quadro e com o objetivo de reverter. Nós conseguimos isso com o apoio do governador Flávio Dino e o compromisso da nossa equipe dos colaboradores no entendimento que o resultado é a soma das ações individuais. Eliminamos o que não dava resultado para a empresa, buscamos melhoria nos processos, dando mais celeridade e reduzindo custos. O que está por vir são os novos investimentos, que no setor portuário são de grande porte. Para crescer e acompanhar a demanda mundial, precisamos de infraestrutura, como mais berços e retro área, e isso requer parcerias com o Governo Federal, a exemplo desses investimentos anunciados na última semana. Nós queremos um porto moderno, um porto seguro, que realmente possa ser um dos principais vetores de desenvolvimento para o Maranhão, de toda a região.

Fossati: "Trabalhamos para estar entre os 10 melhores portos públicos do país nos próximos anos, praticando uma gestão voltada para resultados, baseada na capacitação de pessoas, operações eficientes e melhoria da infraestrutura", diz Fossati, ao avaliar que o Itaqui está no caminho certo.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.