ATOS PREPARATÓRIOS/ EXECUÇÃO/ CONSUMAÇÃO : DOIS DEPUTADOS TERIAM EMPRESTADOS OS 4 MIL REAIS PARA O ÍNDIO BOTAR DINHEIRO NA CONTA E QUEIMAR SIMONE LIMEIRA

Uirauchene Soares, o "Esperto" usou como atos preparatórios na tentativa de enriquecimento sem causa- o pagamento ilegal de 50 milhões por serviços inexistentes - a aproximação com o governo eleito. O alvo foi Simone Limeira, a "Loura".

Simone Limeira não "caiu do céu", nem só de helicóptero nas terras indígenas. Limeira é militante política histórica, com passado limpo sem máculas, ela foi candidata a prefeita/deputada estadual em/por Grajaú, cidade "Capital" dos índios no Maranhão. 

Uirauchene fez doação para Simone Limeira, a "Loura" de exatos 4 mil durante o carnaval de 2015, preparando o terreno para tentar mais uma vez receber os valores indevidos- 50 milhões por transporte de 32 mil índios em uma população total de 33 mil.

Simone Limeira, a "Loura" não podia imaginar a confusão que iria se meter, culminando com pedido de demissão e ação judicial para reparar os danos causados pela falsa afirmação de Uirauchene- recebimento de 4 mil em propina para agilizar o pagamento dos 50 milhões indevidos desde 2013.

Na consumação da tentativa de enriquecimento sem causa, Uirauchene botou os índios para dançarem na porta do Palácio dos Leões. O governador Flávio Dino recebeu as "lideranças" indígenas e determinou pagar o que fosse correto, dentro dos procedimentos e prazos legais.

Uirauchene não se conformou, acorrentou-se com os índios na ALEMA. A estratégia teria sido estimulada por Ricardo Murad, tendo por base a ocupação vitoriosa dos policiais militares em 2014. Dino respeitado pelo culto a lei/ procedimentos/ formalidades disse não mais uma vez.

Uirauchene, o "Esperto" desmascarado na pretensão de enriquecimento sem causa- receber 50 milhões por transporte não executado - desesperado passou a falar em pedido de propina, estratégia adredemente preparada no início de 2015- doação de 4 mil reais para Limeira organizar blocos carnavalesco em Grajaú.

A pressão- denuncia de pedido de propina falhou mais uma vez. O governador intransigente/ sem qualquer receio da ameaça de Uirauchene convocou a OAB/MPF para acordar o pagamento dos valores legalmente devidos. Acordo feito/ assinado/ gravado começa a ser processado dentro dos procedimentos/prazos da lei.

Uirauchene tenta macular o governo, usando Simone Limeira, a "Loura" que não tinha bola da cristal, nem malícia para prever que a doação em janeiro, repetida em julho em iguais valores poderia gerar especulação a seu respeito. Junte-se a esperteza de Uirauchene a intenção da mídia sarneísta que tirou suas mensagens do contexto real.

No assunto : Uirauchene pagaria propina, sabendo que o governo em hipóteses alguma cederia a sua pretensão de receber ilegalmente/ indevidamente 50 milhões ? Não, mas o esperto de mente maligna foi convencido por dois deputados a depositar 4 mil reais na conta de Simone Limeira, para queimar a "Loura" e o governo. Ela mandou devolver e as 4 pilas foram parar no bolso de Uirauchene.

Uirauchene é ou não esperto ? E Simone Limeira é "Loura"?

2 comentários:

Anônimo disse...

Viu o Fábio godim? O Barbie?

BLOG DO CESAR BELLO disse...

vou postar.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.