DENUNCISMO FRANCISCANO DA MIRANTE QUER BANIR O CIDADÃO HONESTO DAS RELAÇÕES COM O ESTADO

O mantra sarneísta "Dino não tem quadros" era usado como agouro para as práticas administrativas, bem como para manutenção dos negócios com o estado por meio de terceiros- irmão/filhos/netos/tios/primos e os "parentes".

Resultado de imagem para família sarney charge

Dino mudou a mentalidade nas relações na administração pública, proibindo o criminoso/secular tráfico de influência. Hoje para conseguir consulta/operação/internação não precisa falar com Ricardo Murad/parente ou afins.

Da mesma forma são tratados os empresários/empreiteiros/prestadores de serviço que tem relação comercial com o governo. São requisitos :  gozo dos direitos/estrutura capaz - para execução/manutenção de serviços/produtos.

Neste governo não basta preencher as formalidades legais, é preciso executar a prestação dos serviços sob fiscalização dos órgãos- controladoria/auditoria/transparência - e principalmente da sociedade civil/opinião pública. 

Os requisitos : gozo dos direitos/capacidade de execução/histórico na manutenção dos serviços tem afastado os catarros- os amigos do peito da família Sarney - acostumados a pegar o serviço e não manter a prestação/execução por desleixo.

Resultado de imagem para amigos do peito

A reação dos catarros- os amigos do peito da Sarna - vem através do denuncismo franciscano da Mirante, querendo banir das relações com o governo os cidadãos em pleno gozo do seus direitos e capacitados para manter a execução dos serviços.

Resultado de imagem para mantra charge

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.