CONSTRAN DESMENTE A SI PRÓPRIA EM NOTA PÚBLICA

A Constran- aquela empresa que pagou propina à Sarney- terminou por se desmentir em releases encaminhada a imprensa. 

"É infundada a notícia que a Justiça anulou o acordo celebrado em 2013 entre o governo do Maranhão e a Constran."

A Constran explica origem do débito- governo de Luís Rocha - a evolução do débito, a transformação em precatórios.

E arremata desmentindo-se : "Na sexta-feira(20), a pedido do governo, uma juíza determinou a realização de pericia antes de transformá-lo em novo precatório".

Com a renovação do precatório acaba o acordo Constran/Governo. Foi determinada perícia contábil, que poderá modificar os valores. Porque ainda falar em acordo? 

Até Lauro plantou no seu Jardim. Ninguém percebeu que a própria Constran admite a nulidade. A preocupação da Constran é a postura diligente do governador jurista. 

2 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.